RÚSSIA

Nos 800 anos que decorreram desde que o Principado de Moscovo foi libertado da tirania mongol, a ascensão e o desenvolvimento da Rússia têm sido sempre extraordinários.

Os seus sucessivos impérios foram criados e derrubados mas, ainda assim, a Rússia pós-soviética é o maior país à face da Terra. A sua extensão abrange 11 fusos horários e o mantém todo o seu poder e influência, tanto no plano económico como no plano militar.

POPULAÇÃO

143.457.000 (2015)

PIB

1.193 milhares de milhões €

IVA

17%

FORMA DE GOVERNO

República federal com base numa democracia parlamentar. Governo presidencial.

Moeda

Rublo

Capital

Moscovo

FUSOS HORÁRIOS

UTC +1 / +12

IPC

Interanual (outubro de 2016) 6,1 %

INDICADORES MACROECONÓMICOS

  • Ano
  • 2014
  • 2015
  • P.I.B.
  • 1.398 milhares de milhões de €
  • 1.193 milhares de milhões de €
  • DÍVIDA PÚBLICA (%PIB)
  • 17,92
  • 17,712
  • PIB PER CAPITA
  • 1.742,91 €
  • 1.444,92 €
  • DÍVIDA
  • 250,458 milhares de milhões de €
  • 211,39 milhares de milhões de €
  • EXPORTAÇÕES
  • 19,21 % sobre PIB
    443.293,34 milhões de €
  • 25,83 % sobre PIB
    308.300,95 milhões de €
  • IMPORTAÇÕES
  • 15,63 % sobre PIB
    331.481,23 milhões de €
  • 15,72 % sobre PIB
    187.681,29 milhões de €
  • I.P.C. GERAL (%)
  • 11,4
  • 12,9

DESALFANDEGAMENTO

  • Tipo de despacho
  • Valor da mercadoria*
  • Informal
  • Até 200 USD
  • Formal
  • A partir de 200 USD

*Válido para produtos gerais

ACORDOS ECONÓMICOS BILATERAIS

As relações bilaterais entre a Europa e a Rússia ficaram marcadas, em 1994, pelo Acordo de Colaboração e Cooperação (PCA).

 

Desde 2012, a Rússia é um país membro da OMC, adotando por isso os compromissos no acesso aos mercados, investimentos e impostos sobre as exportações, e abrindo a possibilidade de uma negociação comercial. No entanto, após a tomada de posição, pela Rússia, no conflito com a Ucrânia, as relações foram afetadas pelas sanções impostas pela União Europeia face a este acontecimento, o que implicou restrições em setores estratégicos tão importantes como as finanças, a defesa e a energia.

PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS

Em relação aos recursos naturais, a Rússia é o maior extrator de petróleo do mundo, conta com as maiores reservas petrolíferas e de gás natural e, por conseguinte, a sua economia está vinculada às flutuações nos valores destes recursos.

Na agricultura, embora o país possua 10 % do total de todas as terras agrícolas a nível mundial, as condições geográficas e climatológicas não são muito favoráveis ao seu desenvolvimento.

A indústria apresenta setores altamente desenvolvidos associados à química, metalurgia, engenharia mecânica e indústria da defesa, sendo que este setor é responsável por um terço do PIB.

O setor dos serviços contribui para cerca de 60 % do PIB e, graças à grande extensão do território russo, o setor dos transportes, comunicações e comércio assume uma grande importância.

OPORTUNIDADES DE EXPORTAÇÃO

Para o comércio português, a Rússia oferece mercados muito atrativos para as nossas exportações.

 

Nos bens de consumo e agroalimentares, a Rússia gera um elevado volume de importações devido à sua baixa competitividade, destacando-se os setores do calçado, têxtil, dos móveis, da cerâmica, dos pré-cozinhados, das conservas vegetais, dos vinhos e dos sumos.

 

Maquinaria relacionada com o setor alimentar e equipamentos para a indústria têxtil e do tratamento de madeiras.

 

Graças aos novos projetos de transporte propostos pela RZD (Ferroviária da Rússia), criou-se uma oportunidade para as empresas portuguesas deste setor realizarem.

ÁREA DE TRANSFERÊNCIAS

Descarregue mais informação e conselhos sobre como exportar para a Rússia

Se necessita de mais informação, contacte um especialista da DHL para obter ajuda personalizada.