Peru

O Peru apresenta uma economia sólida, o que torna o país atrativo para exportar graças à variedade dos mercados que oferece e ao dinamismo da sua economia. Também conta com um bom índice de crescimento graças às facilidades que oferece na criação de novas empresas, o que levou ao aumento dos investimentos estrangeiros nos últimos anos.

POPULAÇÃO

31.148.000 (2015)

PIB

173,11 milhares de milhões de €

IVA

18%

FORMA DE GOBIERNO

República de representação democrática

Moeda

Sol

Capital

Lima

FUSOS HORÁRIO

UTC -5

IPC

3,53 %

INDICADORES MACROECONÓMICOS

  • Ano
  • 2014
  • 2015
  • P.I.B.
  • 152,71 milhares de milhões de €
  • 173,11 milhares de milhões de €
  • DÍVIDA PÙBLICA (%PIB)
  • 23,14
  • 23,14
  • PIB PER CAPITA
  • 4.859,52 €
  • 5.424,62 €
  • DÍVIDA
  • 31,62 milhares de milhões de €
  • 39,92 milhares de milhões de €
  • EXPORTAÇÕES
  • 16,43 % sobre PIB
    36.973,31 milhões de €
  • 17,63 % sobre PIB
    30.512,99 milhões de €
  • IMPORTAÇÕES
  • 17,01 % sobre PIB
    37.030,49 milhões de €
  • 18,05 % sobre PIB
    31.242,94 milhões de €
  • I.P.C. GERAL (%)
  • 3,25
  • 3,53

DESALFANDEGAMENTO

  • Tipo de despacho
  • Valor da mercadoria*
  • Informal
  • Até 2.000 USD
  • Formal
  • A partir de 2.000 USD

*Válido para produtos gerais.

ACORDOS ECONÓMICOS BILATERAIS

Nos principais acordos económicos bilaterais destacam-se o Protocolo para Evitar a Dupla Tributação e Prevenir a Evasão Fiscal em Matéria de Impostos sobre o Rendimento (12-04-2014), o Acordo de Cooperação no Domínio do Turismo (01-05-2013) e o Acordo de Promoção e Proteção Recíproca de Investimentos e Respetivo Protocolo (02-10-1995).

 

Além disso, a União Europeia celebrou um grande número de acordos comerciais preferenciais com vista ao desmantelamento pautal, sendo necessário, para tal, apresentar o comprovativo de origem preferencial, normalmente com o certificado EUR1.

 

A declaração na fatura permite aos expedidores comprovar a origem preferencial das suas mercadorias através de uma declaração própria incorporada na fatura ou em qualquer outro documento comercial que acompanhe o envio. No entanto, no caso das operações em que o valor da mercadoria exceda 6.000 EUR, apenas serão válidas as declarações de origem preferencial que incluam o número de exportador autorizado, sem o qual não poderá ser aplicado o acordo preferencial e será necessário processar o certificado EUR1, que é emitido pelo exportador ou pelo representante aduaneiro com base nos dados da fatura comercial e anexado ao envio. Este número é atribuído aos exportadores autorizados pela Alfândega portuguesa mediante apresentação de pedido e após a realização de um processo de auditoria, que permite certificar a capacidade do operador em questão para cumprir as regras de origem e os restantes requisitos previstos por lei.

 

Para envios entre particulares, podem aplicar-se ao tratamento aduaneiro preferencial determinadas normas que tornam desnecessário apresentar a prova de origem, desde que o valor não ultrapasse os 500 EUR.

PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS

  • O setor agrícola destaca-se pela produção de batata, tomate, quinoa, feijão e mandioca. É, desde 2000, o maior exportador mundial de espargos, paprica e bananas orgânicas.
  • A pecuária pode ser divida entre nativa, que inclui os lamas e os porcos-da-índia, e a exótica, que designa a pecuária introduzida no Séc. XVI e inclui a criação de cavalos, vacas, porcos e ovelhas.
  • A pesca representa a segunda maior fonte de receitas. O Peru é o maior exportador de farinha e óleo de peixe.
  • Por outro lado, a extração mineira gera 60 % das receitas em divisas do país.
  • Em 2013, o Peru foi visitado por 3 milhões de turistas, com o famoso Machu Picchu ou a cidade de Lima como principais destinos escolhidos pelos visitantes.

OPORTUNIDADES DE EXPORTAÇÃO

Em 2019 serão realizados no Peru os Jogos Pan-Americanos, que poderão constituir uma grande oportunidade para levar a cabo ações comerciais a partir do nosso país.

Por outro lado, os setores relacionados com a siderurgia, equipamentos e máquinas de construção e para o setor agroalimentar, eletrónica e máquinas para o setor têxtil.

Outros setores que recebem grandes volumes de importação são os relacionados com os medicamentos, produtos químicos, equipamentos comunitários e tudo o que está relacionado com a extração mineira.

ÁREA DE TRANSFERÊNCIAS

Descarregue mais informação e conselhos sobre como exportar para o Peru.

Se necessita de mais informação, contacte um especialista da DHL para obter ajuda personalizada.