COMO CONTRUIR UMA EQUIPA DE E-COMMERCE DE SUCESSO

 

A sua operação de comércio eletrónico está em funcionamento e a atingir vendas consistentes. Comece a expandir e poderá alcançar novos objetivos! Para isso, necessita apenas de criar uma equipa de e-commerce eficiente.

 

Equipa para o sucesso

 

Encontrar, contratar e manter especialistas em e-commerce nunca foi tão competitivo, mas os consultores de recrutamento tradicionais podem ser caros e pouco confiáveis. Em casos extremos, existem candidatos que alcançam posições de topo através de simples Tweets, e outros que ignoram propositadamente cartas de apresentação. Assim, quando se está à procura do melhor talento digital, é aconselhável usar um conjunto de táticas surpreendentes que podem ajudar a aumentar significativamente o seu volume de negócio em comércio eletrónico.

 

Pensar pequeno

 

Quem empregar primeiro? Matthew Bertulli, cofundador e CEO da Demac Media recomenda começar com um Manager ou Diretor experiente de e-commerce e contratar níveis abaixo posteriormente. Uma equipa central cuidadosamente escolhida de apenas 5 a 8 pessoas pode ter um impacto direto e mensurável nos seus negócios. Pode parecer pequena, mas o aproveitamento do poder digital combinado com o de vendas, IT, marketing e finanças pode ajudar a aumentar os lucros.

 

Se gere uma pequena empresa de comércio eletrónico, realize uma “auditoria de competências” e contrate as pessoas relevantes à medida que avança. O conselho da Econsultancy é identificar as competências futuras que irá precisar para o crescimento da empresa. Por isso, se está concentrado em aumentar as vendas diretas do seu website, por exemplo, contrate alguém com experiência comprovada em e-mail marketing.

 

Potencie o talento

 

Quando estiver a delinear as especificações da função, deve eleger os requisitos obrigatórios. Se encontrar um candidato que se adeque entre 75% a 85%, não hesite em agarrá-lo. Assim, poderá assegurar que este desenvolve competências dentro da própria empresa.

Líderes de recrutamento digital, como a Digital Six, recomendam procurar um profissional de e-commerce com competências em diferentes áreas.

 
São ativos de caráter empregável – entendimento básico do desenvolvimento e análise de sites, conhecimento sólido dos modelos de negócios e desempenho de comércio eletrónico e experiência em processos como pedidos on-line, pagamentos e atendimento. Uma boa compreensão de ferramentas de marketing, como banners publicitários, Pay Per Click (PPC) e redes sociais, podem ser um bónus decisivo.
 

Procura grandes candidatos? Basta perguntar!

 

Pergunte a colegas e ex-colegas. Pergunte a amigos, faculdades locais e aos seus próprios colaboradores. O trabalho em rede dentro do seu setor e as recomendações boca-a-boca ainda são, para os gestores de pequenas e médias empresas, uma das formas mais fiáveis de encontrar colaboradores talentosos que possam agregar valor à sua empresa.
 

 

Mantenha-se atraente

 

 
De acordo com uma pesquisa recente, 53% dos potenciais candidatos procuram informações no site da empresa antes de se candidatarem a um cargo, e 38% procuraram a página da sua empresa no LinkedIn. Portanto, atualize regularmente o site e LinkedIn para destacar novos empregos e oportunidades de carreira, e para sinalizar que é bem-sucedido, que está em crescimento e que está a contratar.

 
Se a sua empresa está presente no Facebook, Instagram ou Twitter verifique se os perfis estão atualizados. Uma presença on-line visivelmente ativa pode ajudar muito a atrair talentos para se juntarem à sua equipa de e-commerce.
 

 

Manter claro

 

Antes de começar a entrevistar, defina como é que a sua equipa de e-commerce se encaixará no negócio mais amplo e como pretende que ela evolua. Informe os candidatos onde deseja fazer negócios e como espera que eles o ajudem a chegar lá.

 

Confirme as linhas de comunicação e de report entre os membros da equipa e defina responsabilidades e objetivos para cada função. Entre diretores de departamento e gerentes de escritório, manter as coisas claras para os iniciantes e a equipa existente fará com que as suas contratações sejam um sucesso.

 

Não vá sempre atrás dos grandes peixes

 

Se um candidato tem um CV incrível , utilize a entrevista para explorar a sua atitude perante o trabalho e os seus valores. Mesmo sendo muito bom no seu trabalho,  este pode não se encaixar na cultura da empresa. Do mesmo modo, pode ser excitante assegurar um destes “grandes peixes”, mas tenha cuidado com o choque cultural que isto pode criar no seu negócio de escala menor.

 

Um diretor de e-commerce habituado a orçamentos generosos e recursos “ilimitados” poderá não perceber totalmente certos constrangimentos do seu negócio, provando-se um erro bastante caro. Também vale a pena lembrar que os candidatos de topo, mesmo com currículos impressionantes, podem nunca ter começado de baixo, ou evoluído uma empresa para o nível seguinte.
 

 

Peixe miúdo, mas de grande apetite

 

De acordo com a Econsultancy, não deve rejeitar à partida os recém-licenciados mais entusiasmados, que abordam a sua empresa diretamente com ideias para melhorar o seu website, página Facebook ou resultado de pesquisa no Google.
 

Contratar juniores traz por vezes muito entusiamo e paixão, e são uma maneira de adicionar à sua equipa mais experiente um toque de eficiência em relação aos custos. Poderá encontrar (e anunciar para) estas estrelas digitais do futuro no Hubspot ou SnapChat.
 

Não empregue qualquer um

 

Quando o “cash flow” é um problema defina prioridades para a contratação: quem empregar numa primeira instância e quem pode esperar.

Se optar por freelancers ou agências, poderá adicionar instantaneamente à sua equipa competências específicas, sem as despesas gerais associados à contratação full-time. Sites como o Fiverr ajudam-no a externalizar processos específicos a talento local.
 

Poderá também considerar partilhar o volume de trabalho em part-time, ou aproveitar as vantagens da conectividade digital para oferecer oportunidades de trabalho em ambiente remoto.
 

Para processos relacionados com a logística e transportes pode também contar com a DHL como parceiro.
 

 

 

Agir com velocidade

 

Quando encontrar O Escolhido deve avançar rapidamente na contratação, (idealmente 10 dias depois da entrevista) ou arrisca-se a perdê-lo. Também é boa ideia colocar os novos colaboradores num período experimental e assim evitar quaisquer erros de contratação.
 

Por último, assegure-se que a sua cultura empresarial mantém os novos colaboradores de e-commerce felizes e envolvidos. A Forbes divulgou um estudo que mostra que uma proposta de salário elevado já não é suficiente, portanto alinhe-os com os seus objetivos desde o início, e faça-os sentirem-se valorizados. Deste modo, poderá descansar e observá-los a contruir o sucesso do negócio.
 



Se necessita de mais informação, contacte um especialista da DHL para obter ajuda personalizada.