É importante consciencializar as empresas sobre a importância da segurança cibernética. As falhas de segurança são cada vez mais frequentes e de maior escala.

6 dicas para proteger o seu negócio de ataques cibernéticos

 

É importante consciencializar as empresas de todo o mundo sobre a importância da segurança cibernética nos dias de hoje. As falhas de segurança são cada vez mais frequentes e de maior escala. Isto é não só importante para manter os dados dos seus clientes em segurança e as informações internas confidenciais, como também é essencial para a sobrevivência do negócio e para a reputação da sua marca.

 
É provável que uma falha na segurança informática de uma empresa cause sérios desafios financeiros ou uma crise de media.
 
Com isto em mente, seguem-se algumas dicas para começar a proteger a sua empresa:
 

1. Entenda o básico

 
Todas as empresas devem estar familiarizadas com os requisitos básicos de segurança. Até mesmo as empresas pequenas, têm funcionários que trabalham remotamente – acedendo à rede através de casa ou do telemóvel – portanto, é fundamental entender como funcionam os protocolos de segurança e como devem ser implementados em todos os locais e dispositivos.
 

2. Identifique os riscos

 
Para saber qual a melhor forma de proteger os sistemas, é crucial saber aquilo que pretende proteger e aquilo que perde se não o fizer. Reúna toda a equipa para determinar quais os riscos e vulnerabilidades de cada departamento.
 
As empresas não podem armazenar as informações dos clientes como nomes, moradas e informações bancárias num único local. Além disso, devem limitar a quantidade de informações sobre os clientes ao estritamente necessário, para minimizar riscos.
 

3. Lembre-se da formação

 
Como parte da sua estratégia de segurança, é essencial dar formação a todos os funcionários da empresa sobre as boas práticas e políticas de segurança. Deve relembrar frequentemente os seus funcionários das regras básicas de segurança cibernética como criar senhas fortes, alterá-las regularmente e usar a Internet de forma consciente para manter o equipamento seguro.
 

4. Limite o acesso a dados e downloads

 
Embora existam muitas práticas que devem fazer parte da sua política de segurança informática, um ponto importante é a imposição de limites no acesso à informação e aos próprios downloads. Os funcionários devem ter permissão apenas para aceder aos dados que são necessários para o seu dia-a-dia no trabalho e não devem ter autorizações para instalar software.
 

5. Reveja as transações

 
Especialmente se vende online, analise regularmente os sistemas de segurança para garantir que não há anomalias tal como avalia as suas contas ao final de cada mês. O fato de aceitar pagamentos online torna-o um alvo apetecível para uma ataque informático.
 

6. Mantenha-se atualizado

 
As ameaças cibernéticas estão a evoluir rapidamente e as empresas precisam de se manter atualizadas. Procure informar-se sobre o tipo de ataques que estão a acontecer pelo mundo fora e mantenha as aplicações que utiliza também elas atualizadas porque normalmente os fabricantes vão adotando medidas de proteção.



Se necessita de mais informação, contacte um especialista da DHL para obter ajuda personalizada.