Brasil

O quinto maior país em dimensão e a sexta maior economia do mundo, com um PIB per capita superior ao da Índia e da China, o Brasil é simplesmente um mercado demasiado grande para que possa ser ignorado.

Estando entre 21 primeiros exportadores do mundo, é uma das principais economias da América Latina e seu mercado interno tem grande potencial. Exportar para o Brasil, um país ainda desconhecido para muitos, é uma grande oportunidade para expandir as fronteiras do seu negócio.

POPULAÇÃO

207,7 Milhões (2018)

PIB

2.052 Milhares de milhões de €

IVA

19%

FORMA DE GOVERNO

República federal com base na democracia parlamentar.

MOEDA

Real Brasileiro (BRL

Capital

Brasília

FUSOS HORÁRIOS

UTC -2 / UTC-5

IPC

Anual (outubro de 2016) 8,5%

INDICADORES MACROECONÓMICOS

  • Ano
  • 2016
  • 2017
  • P.I.B.
  • 1.793 Milhares de milhões de €
  • 2.052 Milhares de milhões de €
  • DÍVIDA PÚBLICA (%PIB)
  • 69.95
  • 74.04
  • PIB PER CAPITA
  • 8.700 €
  • 9.880 €
  • EXPORTAÇÕES
  • 224.100 Milhões de €
  • 240.400 Milhões de €
  • IMPORTAÇÕES
  • 216.600 Milhões de €
  • 239.600 Milhões de €
  • I.P.C. GERAL (%)
  • 8,7
  • 3,4

DESALFANDEGAMENTO

  • Tipo de expedição
  • Valor da mercadoria*
  • Informal
  • De 0 USD a 3.000 USD
  • Formal
  • A partir de 3.000 USD

*Válido para produtos gerais.

ACORDOS ECONÓMICOS BILATERAIS

  • 2008, Acordo de Cooperação no domínio do Turismo
  • 2007, Acordo sobre a Facilitação de Circulação de Pessoas
  • 2003, Acordo sobre Contratação Recíproca de Nacionais
  • 2001, Convenção Destinada a Evitar a Dupla Tributação e Prevenir a Evasão Fiscal em Matéria de Impostos sobre o 2001, Rendimento e Protocolo Anexo
  • 2015, Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta (assim como o Acordo p/ Retificação do artigo 9º do Tratado)
  • 1995/2013/2015. Acordo de Segurança Social ou Seguridade Social (assim como o Acordo de Alteração e Ajuste Administrativo p/ Aplicação do Acordo)
  • 1995, Acordo Quadro de Cooperação
  • 1982, Acordo sobre Cooperação Económica e Industrial
  • Acordo para a Promoção e a Proteção Recíproca de Investimentos

PRINCIPAIS SETORES ECONÓMICOS

O setor primário

 

A agricultura desempenha um papel secundário em termos do valor que traz para a economia do país. Apesar disso, 40% das exportações vêm desse setor. O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar, café e laranja do mundo. A sua produção de soja também ocupa as primeiras posições no ranking. Cacau, arroz e trigo são produtos agrícolas destacados.

 

O setor secundário

 

O Brasil tem um setor industrial muito poderoso e diversificado. É um dos principais produtores de petróleo, alumínio e carvão, além de ocupar o segundo lugar como exportador mundial de ferro. Em setores como a aeronáutica, indústria farmacêutica, automóvel, siderúrgica, química ou têxtil, a sua trajetória afirma-se como produtor e muitas empresas, principalmente do setor automóvel, decidiram transferir sua produção para este país.

 

O setor terciário

 

Este setor representa 70% do produto interno bruto do país. As atividades relacionadas ao comércio, turismo ou hospitalidade são algumas das que mais contribuem para este setor. Nos últimos anos, o Brasil tem feito um grande esforço para gerar serviços de alto valor agregado, concentrando-se principalmente no campo das telecomunicações e da aeronáutica.

OPORTUNIDADES DE EXPORTAÇÃO

Azeite, queijo ou fruta. São estes alguns dos produtos que o Brasil adquire às empresas portuguesas. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), estes são produtos que têm mostrado forte tendência de crescimento das vendas no Brasil, via importação de Portugal. Todos com oportunidades de futuro.

 

  1. Azeite, com Portugal a ter uma quota de mercado acima dos 50%
  2. Castanhas
  3. Frutos secos
  4. Pêra fresca
  5. Queijos
  6. Têxteis
  7. Cortiça
  8. Porcelanas, cerâmicas e vidros
  9. Bens de equipamento, como máquinas e material elétrico
  10. Software e componentes para automóvel

 

“São 205 os produtos que Portugal poderia exportar para o Brasil, mas não o faz, aumentando potencialmente as exportações nacionais em 225 milhões de dólares, qualquer coisa como 179 milhões de euros. A hipótese é avançada por um estudo da Câmara de Comércio portuguesa em São Paulo, que vai agora sofrer uma nova atualização.” Peças para automóveis, máquinas, plásticos, alimentos, metais não-ferrosos, fios, fibras e tecidos são alguns dos principais grupos de bens identificados que o Brasil importa da União Europeia. Portugal também exporta estes produtos mas não para o Brasil.

ÁREA DE TRANSFERÊNCIAS

Descarregue mais informação e conselhos sobre como exportar para o Brasil.

Se necessita de mais informação, contacte um especialista da DHL para obter ajuda personalizada.